Logo Alfaro
Fale com o Alfaro
Promovendo cidadania com informação
banner Alfarobanner Alfarobanner Alfaro

Colunas

Colunista
Voltar

Prof. Nerino Dionello Piotto
Articulista Econômico - Empresário ramo imobiliário - Aposentado do Banco Central do Brasil.


Leia outras colunas



SANTA CASA E POLO NAVAL

sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2015 | 19:40

Com a frenética movimentação ( legítima e necessária – porém de forma coercitiva - após as promessas feitas de corpo presente, aqui, – e ...não cumpridas - da presidente Dilma - de manutenção dos empregos em nosso Polo ) em torno do futuro dos empregos, parece que a sociedade papareia se esqueceu de uma grave situação que tem – a meu ver e sentir de muita gente um baita potencial para se transformar num problemão. É o futuro da Santa Casa de Rio Grande.

A questão – em razão dos problemas mostrados, usuais e recorrentes em praticamente a totalidade das Santas Casas em terras tupiniquins, sugere que deveriam ser, no Brasil, todas as administrações substituídas a mando judicial. Quem está de passo errado? Todas as administrações hospitalares ou o sistema – perverso – de saúde bom de mídia/visão rósea e péssimo de operação?

Tem gente daqui – abastados - indo se tratar e até ter filho em Porto Alegre e/ou outro porto menos inseguro. Isto era coisa do passado. A excelência do complexo hospitalar Sta Casa está sendo posta em dúvida. E... está sangrando! Isto começa a ocorrer ( concidência????) com a saída – a mando judicial – do Administrador Rodolfo de Brito. Não há administradores hospitalares prontos em prateleiras no mercado. Ruim com ele? Muito pior sem ele!!! ME DISSE UM CONSELHEIRO DA STA. CASA!!!

A questão, o “case” Sta. Casa, foi, a meu ver, equivocamente judicializada. Os doutos jovens da lei, bem preparados, probos, com ótimas intenções, eu creio piamente nisso, porém humanos e muito jovens, assim decidiram. Mas...Será que possuem sólido conhecimento e visão geral do péssimo e perverso sistema de saúde tupiniquim e da drástica situação das instituições hospitalares brasileiras e suas mazelas?

Os sindicatos, com a “expertise” adquirida em manifestações/paralizações bem que poderiam unir-se e usar essa ferramenta em prol da Sta. Casa, de sua administração. Mas, lamentavelmente, a visão de alguns líderes sindicais é distorcida e o farol, baixo. Ver um mundo – imaginário - cor de rosa em hospitais sob o sistema brasileiro de saúde - e – como disse Alberto Alfaro, chorar em túmulo errado, como no caso do Polo Naval, mostram a direção errada desses entes. Dialogar mais é preciso!!!

Rio Grande está em via de alta velocidade e os sinais foram trocados. Se não brecar para refletir e mudar o rumo, em breve poderemos ter mais um “case” Beneficência com a Sta. Casa e provavelmente outro “case” Charqueadas no Polo.

Economista*


Escrito por Prof. Nerino Dionello Piotto

Comentários (0) | Indicar um amigo


CRISES ABREM OPORTUNIDADES!

quarta-feira, 07 de Janeiro de 2015 | 18:00

Desejo a todos que me acompanham no Manhã Regional, sob o comando do Valerão, na Cultura Riograndina, no jornal Folha Gaúcha, agora Digital, no “blogdoalfaro”, no Cultura Debate, sob o comando de Alberto Amaral Alfaro, um excelente 2015.

Sou comentarista/articulista e abordo temas da economia na vida real – que inter-relaciona assuntos do cotidiano com a economia nos diversos matizes, que fazem parte de nossas vidas, gostemos ou não. Atuo em veículos com liberdade de expressão. Costumo discorrer sobre temas que usualmente são sugeridos por leitores/ouvintes, a quem agradeço a parceria.

Por vício de formação, adquirido nos bancos da FURG, como aluno e depois como professor e com as especializações que a vida me propiciou, aprendi que as crises podem nos trazer excelentes oportunidades. Entendo que todo o mal traz um bem junto. Na economia a regra vale!

Em 2015 teremos pautas interessantes, algumas geradas por crises. Ex.

A da Santa Casa, com o afastamento, a meu ver equivocado, a mando judicial, do Administrador Geral Rodolfo Brito. Tem tudo a ver com Economia. Do rol dos “medos” de empresários que necessitam vir para Rio Grande, dentre falta de aeroporto, mobilidade urbana ruim, segurança precária, etc. destaco o de uma boa assistência hospitalar. Adquirimos um “status” diferenciado com a Sta. Casa e o reconhecimento pela excelência em áreas de alta complexidade. O que Brito conseguiu na Sta Casa, com seus pares de Diretoria, guardas as proporções, é o grande objetivo do Hospital de Clínicas da USP. Vamos deixar estas baitas conquistas escorrer pelo ralo? Meu grande receio é que os senhores honestos, experimentados, que fazem parte do Conselho e da Diretoria cansem e decidam ir para a praia. É tragédia anunciada!!!

A alavancagem/apoio à região situada na metade sul do Estado pelo agora Secretário de Desenvolvimento, Ciência em Tecnologia do Governo Sartori, Fábio Branco, ex-prefeito e deputado . Ele tem, como dizem os ingleses, “driving”. É determinado e possui uma energia para o trabalho e visão do todo como poucos. Como colocou Alberto Alfaro, em Debate com o Deputado/Secretário que participei no último dia de 2014, é a primeira vez que Rio Grande “emplaca” um secretário na “arrancada” de um governo. E em Secretaria de extrema importância.

A Usina de Regaseficação ( que transforma gás natural liquefeito em gás natural ) e com ela abre-se caminho natural para outros projetos, como o do gasoduto de Rio Grande–Triunfo, do Grupo Bolognesi.

Economista* ( nerinopiotto@globo.com)


Escrito por Prof. Nerino Dionello Piotto

Comentários (0) | Indicar um amigo


  1-2-3-4-5-6-7  

^ topo

QUEM SOU

Alberto Amaral Alfaro

natural de Rio Grande – RS, advogado, empresário, corretor de imóveis, radialista e blogueiro.

ENTREVISTAS

O QUE EU LEIO

ÚLTIMAS 10 POSTAGENS


Ouça a Rádio Cultura Riograndina

ARQUIVOS

Alfaro Negócios Imobiliários
WD House

Blog do @lfaro - Todos os direitos reservados