Logo Alfaro
Fale com o Alfaro
Promovendo cidadania com informação
banner Alfarobanner Alfarobanner Alfaro

Colunas

Colunista
Voltar

Prof. Nerino Dionello Piotto
Articulista Econômico - Empresário ramo imobiliário - Aposentado do Banco Central do Brasil.


Leia outras colunas



PINDORAMA PAPAREIA HÁ ALGO ERRADO POR AQUI...

terça-feira, 21 de Janeiro de 2014 | 11:26

No lado macro da economia, Rio Grande vai bem. Grandes projetos – notadamente na área naval – atestam que temos qualidade. É um bem valioso, um capital raro!

Quanto ao futuro, é promissor. Vários projetos de energia eólica estão sendo implantados no município – visitamos nesta semana o da Odebrecht ( um show de organização , a começar pela estrada por ela recuperada e mantida ); ligação à seco com São José do Norte; nova mega refinaria de petróleo da Petrobrás, pra só falar nos gigantes.

Da mesma forma como o que é bom se irradia, o que é mau também. Ex: São J.do Norte pega carona no bom , atrai com potencialidades secularmente adormecidas e vai se dando bem.

Tenho conversado com leitores, moradores do centro e de bairros e sentido que o que é mau – no âmbito interno - tem feito escola. Citei, logo que cheguei, a teoria das janelas partidas...

A sensação que constato, dentre várias pessoas que conversei, com relação à operacionalização interna de nosso município, é preocupante. Vou citar – por falta de espaço - duas, cidadãos atuantes. O ex-vereador, Prof. Antonio Maçada, que teve a maior votação proporcional ao número de eleitores de toda a história Papareia. Quase impossível outro vir a ultrapassar a histórica marca do Prof. “Pelé” Maçada. E o Sr. Rodrigues, Boulivard ( Coordenador do VUrbAEco/RS – Vivência Urbana e Eco-Autossustentável ), cidadão ultra preocupado com o que ocorre em nossa cidade, que usa poderosa arma , a internet, publicando textos bem elaborados, embasados em constatações e pesquisas que realiza diuturnamente.

A sensação que constato e tenho a respeito de nossa Administração Municipal é um misto de preocupação e impotência. O Prof. Maçada resumiu esse sentimento ao me perguntar “o que o cidadão comum, como eu, pode fazer”? Ouvi de pessoas preparadas expressões como: está faltando “máquina”, “meio de campo”, “disposição para o trabalho”, “apetite”...

Pois é. Boas cabeças e gente experiente na cúpula da Administração não faltam. Além do Prefeito Lindenmeyer e seu vice, Lawson, há secretários com incontestável preparo técnico e intelectual, carreiras brilhantes, que emprestam sua capacidade e experiência à comunidade como o Prof. João Carlos Cousin. E dinheiro também não. Tem gente até devolvendo!

Então... por que “ as coisas não andam “? É a pergunta que não quer calar! buracos mil – há um que ganhará breve um bolo com velas ao completar um ano, segundo denúncia do Prof. Dornelles; as ciclovias – que aliviariam o estresse do trânsito - estão só no discurso; o lixo espalhado e por recolher e as valetas fétidas são provas mal cheirosas e evidentes de que algo está errado. E... com o progresso batendo à porta e entrando sem pedir licença... Afinal....O que afinal está faltando? Pensem nisso! Economista*

 


Escrito por Nerino Dionello Piotto

Comentários (0) | Indicar um amigo


QUEM SOU

Alberto Amaral Alfaro

natural de Rio Grande – RS, advogado, empresário, corretor de imóveis, radialista e blogueiro.

ENTREVISTAS

O QUE EU LEIO

ÚLTIMAS 10 POSTAGENS


Ouça a Rádio Cultura Riograndina

ARQUIVOS

Alfaro Negócios Imobiliários
WD House

Blog do @lfaro - Todos os direitos reservados