Logo Alfaro
Fale com o Alfaro
Promovendo cidadania com informação
banner Alfarobanner Alfarobanner Alfaro

2015 E METAS

quarta-feira, 17 de Dezembro de 2014 | 09:20

Mais um ano transcorreu. A sensação é de que, num piscar de olhos, voou. Período condicionado e propício para os questionamentos internos e externos. Análises. Muitos, costumeiramente, sentem certo grau de desconforto quando confrontam tudo aquilo que projetaram e os dados de realidade diante do “balanço anual”.

Um número significativo de pessoas simplesmente esboça metas que são irrealistas. Querem modificar, magicamente, aspectos que são impossíveis ou quase. As culpas acumuladas pelo fato de não conseguirem os propósitos são somadas com sentimentos de impotência e inadequação. Destarte, sofrem demasiadamente, sem a mínima necessidade. Fantasiar como nós gostaríamos de ser é fácil, por outro lado, executar os passos necessários para tal, na grande maioria dos casos, requer persistência ou determinação. Além disso, temos que dar tempo ao tempo. É praticamente impossível, e de nada adiantam, modificações aparentes e rápidas sem alterações psicológicas estruturais. É como se tentássemos erguer um edifício sem um alicerce suficientemente forte.

Traçar metas e executá-las está diretamente ligado a um autoconhecimento. Portanto, uma leitura adequada das nossas características, sentimentos e inclinações é algo imperativo. Neste sentido, forças inconscientes lutam de forma ferrenha visando manter a mesma dinâmica obtida ao longo dos anos. É como se o cérebro desejasse uma direção e não tivesse o controle devido. Não obstante, lembro-me de um paciente que no início do tratamento e ano tinha um projeto ambicioso. Disse que gostaria de se tornar uma “pessoa melhor”. Gostei. Desejava não somente alterar algumas partes negativas costumeiras ou conhecidas, mas principalmente, almejava a mudança estrutural supracitada. Essa seria a alavanca necessária para que asdemais transcorressem de modo absolutamente natural. No fundo, era uma ânsia de enfrentar os demônios íntimos e, consequentemente, atingir níveis mais interessantes da sua personalidade. Buscava uma maior congruência em relação ao seu eu e o mundo circundante.

Os sintomas indesejáveis, que todos nós possuímos em algum grau e frequência, foram determinados ao longo da história que construímos. As raízes, não raro, são bastante profundas. Qualquer detalhe que possamos pensar está atrelado a este todo. Dar umnovo rumo, tornar diferente o que já está formatado, requer uma reeducação. Precisamos deixar de lado pontos nocivos que percebemos ou absorvemos no sentido de termos novos aprendizados indicados ou congruentes.

As metas ou modificações, sem dúvida, representam crescimento. Difícil imaginarmos uma trajetória de vida destituída deste desejo. Seria até mesmo complicado uma estagnação ou “contentamento pleno”. Porém, não podemos deixar de lembrar, a cada ano da inquestionável e desejável sintonia entre o que somos e o almejado para obtermos resultados reais e duradouros.


Escrito por Dr. Ricardo Carvalho

Comentários (0) | Indicar um amigo


^ topo

QUEM SOU

Alberto Amaral Alfaro

natural de Rio Grande – RS, advogado, empresário, corretor de imóveis, radialista e blogueiro.

ENTREVISTAS

O QUE EU LEIO

ÚLTIMAS 10 POSTAGENS


Ouça a Rádio Cultura Riograndina

ARQUIVOS

Alfaro Negócios Imobiliários
WD House

Blog do @lfaro - Todos os direitos reservados